Segundo IBGE, aumentou em 131,4% o número de brasileiros que possuem celular

Segundo IBGE, aumentou em 131,4% o número de brasileiros que possuem celular

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é uma fundação pública da administração federal brasileira criada em 1934 que tem atribuições ligadas às geociências e estatísticas sociais, demográficas e econômicas – Equivalente ao Census dos Estados Unidos. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo órgão, obtém informações sobre características demográficas e socioeconômicas da população, como sexo, idade, educação, trabalho e rendimento, características dos domicílios, informações sobre migração, fecundidade, nupcialidade, entre outras.

O IBGE divulgou em abril de 2015, o suplemento da Pnad de 2013 com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no País. Esse suplemente é composto de um conjunto extenso de dados que contribuem para a identificação dos principais aspectos relacionados ao seu acesso nos domicílios e ao uso individual pelas pessoas. Para sua realização, foram considerados indicadores-chave das TIC aprovados na Cúpula Mundial da Sociedade da Informação (World Summit on the Information Society – WSIS), realizada em Genebra, em 2005.

Como é de se esperar, as parcelas da população de baixa renda e escolaridade tinham menores índices de acesso ao aparelho celular, bem como os trabalhadores agrícolas – respectivamente, 50,9%, 60,2% e 48,9%. De 2005 a 2013, houve um aumento de 131,4% de brasileiros com acesso a telefone celular, atingindo cerca de  73,9 milhões de pessoas. Em 2013, 75,2% da população brasileira já tinha acesso ao aparelho – Segundo o IBGE.

A maior taxa de acesso ao aparelho deu-se no Centro-Oeste (83,8%), demonstrando uma mudança na tendência anterior em que a região Sudeste estava a frente. Entre os estados, o Distrito Federal tem o maior percentual do Brasil – 89,4% – e o crescimento maior ocorreu no Tocantins – de 27% para 74,6%, no período analisado.  De acordo a pesquisa, a posse de telefone móvel celular é maior entre as mulheres (75,9%), do que entre os homens (74,4%), contrariando essa regra estão apenas as regiões do Sudeste e do Sul.

Além das informações sobre os aparelhos móveis a pesquisa trabalhou com dados sobre Utilização da Internet, Equipamentos de acesso à Internet, Acesso à televisão, Existência de tablets e Tipo de conexão à Interne. Para ter acesso integral ao conteúdo, visite o site do IBGE:  www.ibge.gov.br

Foto de perfil de tecnoveste.com.br
Portal de tecnologia, empreendedorismo, estilo de vida e cultura digital.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *